terça-feira, 27 de agosto de 2013

Ceia


Eu não quero a dor
Que adormece o corpo
Melado por lágrimas
Vaginais
Só agora
Encha a sua boca de carne
Engasgue-se de mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário